16 de out de 2009

Trânsito em Buenos Aires





Hoje eu estava no ônibus voltando para casa, quando de repente o motorista pára em frente a um kiosko e entra. Fiquei parado, tentando imaginar o que poderia estar acontecendo. Pensei que ele estava fugindo da policia, que era algum tipo de treinamento anti PCC (quem morou em São Paulo sabe o caos que ficou a cidade no ano de 2006), pensei de tudo, tudo mesmo. Depois de alguns minutos volto o motorista, com uma cara aliviada e olhando para as pessoas da um aviso:
Desculpa gente, mas eu tava apertado pra caramba
Achei isso muito hilário.
E é com esse pequeno ocorrido que hoje eu vou falar um pouco do trânsito de Buenos Aires.
Eu me lembro uma vez quando assisti pelo Discovery Chanel, uma reportagem falando sobre o trânsito na Índia. Milhares de carros, motos, ônibus e animais disputam cada centímetro da rua.
Em Buenos Aires, não existem tantas pessoas assim, mas nem por isso é menos caótico.
Acredite. Um pedestre dificilmente é respeitado. Nem mesmo se ele estiver na faixa de pedestre.
Em avenidas de grande movimento como a Nove de Julio, Corrientes, Rivadavia e muitas outras, ônibus e carros disputam seu lugar na rua. Os motoristas são incrivelmente impacientes. O semáforo nem abre, e já tem algum motorista buzinando sem parar. Cinto de segurança? Apenas enfeite dentro do carro. Capacete da moto? Talvez eles nem saibam o que é isso. Guarda de transito? Eu nunca vi nenhum por aqui.  Veículos parados no meio da faixa de segurança ou estão estacionados no meio da rua e muitos em péssimas condições de conservação.
Na semana passada conheci um grupo de chilenos, que estavam conhecendo a cidade. Uma das mulheres, numa conversa muito rápida, me confessa que jamais havia visto algo parecido com o trânsito de Buenos Aires. “Loucos, irresponsáveis e muitos barbeiros” foram as palavras que ouvi. E não deixa de ser mentira não. É uma pena.
Então, futuros moradores ou apenas turistas, ao vir para Baires, sempre prestem muita atenção ao cruzar a rua, ao sair do taxi, ou até mesmo, ao andar na calcada. É preciso atenção redobrada se você tiver crianças.


Enjoy³

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ajude a divulgar o blog

create your own banner at mybannermaker.com!
Copie o códido abaixo no seu site para exibir esse banner!