5 de jan de 2010

Uma luz na escuridão

São 21:49 de um domingo que não tem cara de domingo. A luz da vela acessa, ilumina o teclado do meu computador. A chama da vela dança conforme o vento entra pela janela no quarto. Dessa vez, a falta de energia, foi no bairro inteiro. Desço até a rua para ver se existe algo de diferente acontecendo. Nada.

Subo novamente e pego um livro emprestado por um amigo “A bruxa de Portobello”. Consigo ler num ritmo rápido, o livro prende a atenção. Depois de alguns capítulos lidos, olho para a chama da vela, que já esta pela metade e lembro-me de quando tinha o hábito de ler todas as noites, todos os dias. Qualquer momento era uma desculpa para ler, no banheiro, no ônibus, caminhando. Coisa que há muito tempo atrás, não faço.

Livros que tenho certeza fizeram o meu “eu” de hoje ser o que é. Numa viagem ao passado, lembro do primeiro livro que me fez ter uma grande paixão pela leitura: “O monte cinco”. Desde então, ler foi fundamental para o meu crescimento.

O meu grande problema foi quando comprei meu primeiro computador. Desde então, minha atenção ficou focada nessas máquinas que dragam a nossa imaginação. Confesso que fico muito mais tempo sem fazer nada na frente do computador do que outra coisa. Mesmo sem ter o que fazer na internet, o vicio fala mais alto.

Talvez esteja na hora de retomar esse antigo hábito. Ler é bom de mais. E como dizia uma antiga patroa minha: “Quem lê, viaja!”

E é melhor aproveitar enquanto a vela ao meu lado já esta pela metade!

Enjoy³

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ajude a divulgar o blog

create your own banner at mybannermaker.com!
Copie o códido abaixo no seu site para exibir esse banner!